Gestão Escolar e Coordenação Pedagógica- Frente (1)

Matrículas Abertas para 2019

 

Cidade: Blumenau e Indaial

Carga Horária: 425 horas/Aula
Duração: 06 a 12 meses
Aulas Presenciais
Ex-Alunos com 15% de Desconto
Contato: (47) 99242-2808

 

Cidade: Blumenau

Início dia: 18/03/2019

Aulas Presenciais: Segundas e Quartas Feiras
Local:
Horário: 19h até 21:45h

 

Cidade: Indaial

Início dia: 19/03/2019

Aulas Presenciais: Terças e Quintas Feiras
Local: Escola de Educação Básica Prefeito Germano Brandes Junior
Horário: 19h até 21:45h

 

Público Alvo: O curso é destinado aos coordenadores pedagógicos, professores que integram a equipe gestora e demais profissionais que procuram atualização em Gestão Educacional.

 

Grade Curricular:

  • Concepção de Criança, Infância e Adolescência, Família e Escola;
  • Metodologia da Pesquisa;
  • Projeto Político e Pedagógico da Escola;
  • Gestão Escolar e Legislação Educacional;
  • Coordenação Pedagógica;
  • Avaliação de Aprendizagem;
  • Relações Interpessoais, Ética e Trabalho Coletivo na Escola;
  • Gestão Pedagógica da Inclusão;
  • Gestão de Projetos Educacionais;
  • Bases de Gestão Escolar Democrática e Planejamento Participativo;
  • Avaliação Institucional;
  • Gestão Escolar e Financiamento Público;
  • Seminário Avançado;

 Observação: O Curso terá 2(duas) disciplinas que irão acontecer aos finais de semana + 4 sextas feiras! Devido a agenda e deslocamento do professor!

 

Documentos para a Matrícula:

Diploma da Graduação;

Certidão de Nascimento| Casamento;

RG | CPF;

2 Fotos 3/4;

 

Os cursos de Pós-Graduação oferecidos pelo iPEGEX em convênio com FAPAG e ACE , seguem todas as normas estabelecidas pelo MEC CES/CNE nº1 de 08 de junho de 2007.

Os cursos de Pós-Graduação oferecidos pelo iPEGEX poderão ter ao final do mesmo alterações em suas grades curriculares visando melhor aproveitamento.

 

Cursos de pós-graduação em Blumenau

 

 

 

**As disciplinas comuns aos cursos da área poderão ser ministradas juntamente com outros cursos.
*O iPEGEX se reserva no direito de abrir a turma após atingir o número mínimo de 25 (vinte e cinco) alunos.