A literatura infantil é destinada especialmente às crianças entre dois a dez anos de idade. O conteúdo de uma obra infantil precisa ser de fácil entendimento pela criança que a lê, seja por si mesma, ou com a ajuda de uma pessoa mais velha. Além disso, precisa ser interessante e, acima de tudo, estimular a criança. Os primeiros livros direcionados as crianças foram feitos por professores e pedagogos no final do século XVII, com o objetivo de passar valores e criar hábitos.

Atualmente a literatura infantil não tem só este objetivo, hoje também é usada para propiciar uma nova visão da realidade, diversão e lazer. Obras literárias destinadas às crianças com dois a quatro anos de idade possuem apenas grupos de palavras e/ou poucas e simples frases.

Aqui, livros são coloridos e/ou possuem muitas imagens e/ou fotos, tanto porque criança está apenas começando a aprender a ler, bem como estimula a criança por mais livros/histórias. Livros dedicados a leitores entre quatro a seis anos apresentam maiores grupos de palavras organizados em um texto, sem abrir mão de estímulos visuais mencionados acima.

Aqui podem ser incluídos algumas histórias em quadrinhos, como a Turma da Mônica, por exemplo. Já obras literárias feitas para crianças entre sete a dez anos começam a possuir cada vez menos cores e imagens, e apresentando textos cada vez maiores e fatos cada vez mais complicados e explicativos, uma vez que o jovem leitor, agora já em fase escolar, é estimulado a encontrar respostas por ele mesmo – o começo da racionalização.

Quase toda obra literária infantil possui algumas características em comum, embora exceções existam:

  1. Ausência de temas adultos e/ou não apropriados a crianças. Isto inclui guerras, crimes hediondos e drogas, por exemplo;
  2. São relativamente curtos – não possuem mais do que 80 a 100 páginas;
  3. Presença de estímulos visuais (cores, imagens, fotos, etc);
  4. Escrito em uma linguagem simples, apresentando um fato ou uma história de maneira clara;
  5. São de caráter didático, ensinando ao jovem leitor regras da sociedade e/ou comportamentos sociais;
  6. Possuem mais diálogos e diferentes acontecimentos, com poucas descrições;
  7. Crianças são os principais personagens da história;
  8. Em geral, possuem um final feliz.

No Brasil, o mais importante escritor infantil foi Monteiro Lobato. Dentre suas obras, destacam-se o Sítio do Picapau Amarelo, Reinações de Narizinho, Ideias do Jeca Tatu. Além dele, também podemos destacar Ziraldo, com O menino maluquinho.

Alguma Dúvida?

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>